Um problema comum na vida de quase todo casal é manter a chama da paixão acesa por bastante tempo, especialmente diante dos problemas do cotidiano.

Eu mesmo fiquei entediado durante uma fase de um relacionamento anterior, porque nem eu nem a gata nos esforçávamos para experimentar coisas diferentes. Mas como não deixar o sexo cair na rotina?

Bem, o principal ingrediente para evitar que as relações sexuais virem reféns da rotina é justamente o que eu acabei de citar: o diferente.

Em vez de ficar sempre transando do mesmo jeito, é necessário arriscar com novidades constantes, a fim de reacender aquela vontade louca de transar.

Veja como não deixar o sexo cair na rotina

1. Posições novas

Depois de encontrar aquela posição que faz o casal ter muito prazer, o natural é sempre tentar repetir essa posição sexual. Porém, com o tempo, ela vai deixar de ser tão prazerosa como antes.

Quando isso aconteceu comigo, eu fui atrás de novas posições sexuais e passei a experimentar cada uma delas até encontrar aquelas que poderiam gerar o máximo de prazer possível tanto para mim quanto para minha gata.

Como existe uma infinidade de posições sexuais, dá para encontrar inúmeras posições capazes de proporcionar tanta satisfação quanto aquela que fez o sexo cair na rotina, devido à repetição excessiva.

Assim sendo, eu criei uma espécie de lista com as mais gostosas. Além disso, era fundamental usar minha imaginação para adaptar algumas posições, tornando o sexo muito mais criativo e delicioso.

2. Realização de taras

Outro jeito de apimentar ainda mais as coisas na cama é realizar as taras que você morre de vontade de colocar em prática com sua parceira sexual.

Claro que a moça não vai topar todas as taras, mas se vocês tiverem um diálogo aberto e estiverem dispostos a ousar para retomar o prazer absoluto do sexo, algumas fantasias podem ser incluídas nas suas novas transas.

Eu não vou contar aqui os meus fetiches, mas basta dizer que essa estratégia deu certo e o sexo com a minha gata melhorou bastante após a realização de taras sexuais.

E eu não pensei só em mim, pois a satisfação total depende do homem e da mulher. Por isso, mantive a cabeça aberta para incorporar algumas taras da garota também.

3. Outros lugares

Explorar espaços diferentes é indispensável para que o sexo não caia na mesmice. Portanto, eu resolvi aposentar a minha cama por um período.

Logo, as relações sexuais passaram a acontecer em vários outros ambientes, como sala de estar, cozinha, banheiro, entre outros cômodos da casa.

O que também ajudou foi transar em locais em que nós nunca havíamos transado, como carro, motel, praia, etc.

Assim, aquela adrenalina comum nas primeiras transas voltou a tomar conta dos nossos corpos, visto que cada novo lugar era uma experiência nova e excitante para a gente.

4. Brinquedos eróticos

E antes de voltar para casa, que tal dar uma passada em um sex shop? Eu já fui a esse tipo de loja para comprar itens com grande potencial de estimular bastante a minha parceira, que ficava surpresa quando eu aparecia com um brinquedo erótico novo.

Nada impede que você vá com a gata até o sex shop, para que escolham juntos os produtos sexuais que os dois irão utilizar.

5. Comunicação sincera

Para que tudo o que eu recomendei dê certo, é preciso que você tenha uma comunicação sincera com sua ficante, namorada ou esposa.

Se vocês não expressarem insatisfação e não demonstrarem vontade de melhorar, dificilmente as atitudes acima resolverão o problema do tédio no sexo.

Pronto, agora é só aplicar minhas sugestões e partir para o abraço!

Descubra o passo a passo para satisfazer totalmente uma mulher fazendo com que ela tenha orgasmos inesquecíveis

SIM! QUERO DESCOBRIR AGORA MESMO!

Sobre o Autor

Santo Papo

Criador do Santo Papo e da franquia de treinamentos Guerra da Sedução, Marcel Kume já ajudou dezenas de milhares de homens de todo o mundo a ter uma vida amorosa plena e feliz, atuando como Coach de Relacionamentos. Hoje conta com o maior canal do Youtube brasileiro com o tema conquista e sedução de mulheres e já conta com mais de 270 mil inscritos.