Na última sexta, eu estava bem tranquilo navegando pela web quando, de repente, um  amigo me cumprimentou pelo chat do Facebook.

Eu até estranhei, pois fazia um tempão que ele não dava as caras. Começamos o papo falando sobre como nós estávamos e o como andava a vida.

Porém, o cara não fez muitas cerimônias e logo lançou a real: ele tinha planos de levar uma mina para a casa dele no fim daquela noite e precisava de conselhos.

Claro que eu fiz o meu melhor para aconselhar o brother, afinal, mesmo quem anda sumido merece se dar bem quando é necessário, sem contar que ele foi bastante gente boa e ressaltou que lembrou que eu sou especialista na arte da sedução.

Mas antes das recomendações, eu fiz algumas perguntas básicas para entender melhor a situação em que ele se encontrava.

O cara me explicou que ele já tinha marcado um encontro com uma gata, que havia se mostrado bastante receptiva à sugestão de estender a noite e conhecer a casa dele.

Como a gata nunca pisou onde ele mora, causar uma primeira impressão seria o ideal, além de proporcionar um ótimo ambiente para a possível primeira transa do casal.

Bem, aqui vão as principais medidas que o meu amigo tomou após conversar comigo. Primeiramente, ele fez uma faxina na casa.

Apesar de não haver tempo para uma limpeza mais pesada, bastou uma varrida e uma passada de pano no chão e em alguns móveis para dar uma outra cara ao seu lar.

Além disso, o cuidado com alguns detalhes foi imprescindível para assegurar uma impressão positiva. Sendo assim, ele caprichou mais em pontos que provavelmente seriam usados pela gata, como a pia do banheiro.

Outro cuidado foi conferir o que o brother tinha para oferecer à garota. Ele foi até a geladeira e viu que estava praticamente vazia. Nem água mineral ele tinha em casa.

Por isso, o cara deu uma corrida até o mercado mais próximo e comprou alguns salgados e doces, bem como suco e água para ter em casa.

Levando em conta que uma transa faz qualquer um cansar, é natural querer beber água para recompor as energias. E se ele só tivesse água da torneira, a mulher poderia recusar ou até beber com um pé atrás porque nem toda casa possui água da torneira de qualidade.

Certamente, a gata pensaria “não tem nem água filtrada para me oferecer?”.

Também foi essencial esconder tudo o que poderia afastar a mulher no primeiro contato. Por exemplo: se o cara tem uma coleção de objetos capazes de provocar estranheza, não é interessante deixá-los tão visíveis.

Além disso, nem pensar em deixar meias e outras peças de roupa jogadas pela causa, visto que esse tipo de atitude é sinônimo de preguiça e desleixo, não importa se a pessoa vive sozinha ou com outras pessoas.

O mesmo vale para o banheiro, onde aparelhos de barbear e outros itens de higiene não devem estar à vista.

E como o a principal intenção do meu amigo era levar a mulher para a cama, alguns cuidados específicos também foram indispensáveis, como trocar os lençóis, passar algum produto para deixar o ar cheiroso, colocar a camisinha e outros produtos eróticos perto da cama, além de preparar já uma playlist no computador, caso houvesse o desejo de ouvir uma música ambiente durante os momentos de prazer.

Por fim, o sucesso da noite foi garantido com a atenção em detalhes cruciais, como separar alguma roupa que a mulher pudesse usar caso passasse a noite toda na casa e deixar uma escova de dentes reserva para ela limpar os dentes antes de ir embora.

Sobre o Autor

Santo Papo

Criador do Projeto Santo Papo em 2008, Marcel Kume já ajudou dezenas de milhares de homens de todo o mundo a ter uma vida amorosa plena e feliz, atuando como Coach de Relacionamentos a mais de 10 anos. Hoje conta com o maior canal do Youtube brasileiro com o tema conquista e sedução de mulheres e já conta com mais de 750 mil inscritos.