Esse é um artigo diferente.

Geralmente você acaba vendo dicas ou idéias pra usar com mulheres na internet mas hoje quero te contar a história do Rafael que talvez possa ser parecida com a de muitos homens ao redor do Brasil.

Ele mandou um depoimento para o Santo Papo depois de finalmente conseguir ficar e namorar com uma amiga de muitos anos que já tinha dado um “fora” diversas vezes por conta da temida “friendzone”- ou a zona de amizade que envolve a falta de interesse de uma mulher por algum homem que ela considere amigo.

Ao receber esse depoimento do Rafael, ficamos incrédulos porque realmente era algo diferente.

Não era aqueles passo-a-passo da internet do tipo “seja legal e você mesmo”, ele deu a volta por cima de verdade e resolvemos fazer algumas perguntas em uma entrevista rápida.

Rafael, 22 anos, é um jovem da cidade de São Bernardo do Campo, no Estado de São Paulo e contou que nunca foi aquele cara extrovertido ou que se dava bem com as mulheres.

Filho de uma família de classe média, sua infância toda foi em colégios públicos e uma vida regrada na linha de estudar para ter um bom emprego.

Isso fez com que ele se preparasse muito pra vestibulares na tentativa de passar em alguma Faculdade pública de Engenharia, um sonho ainda a ser realizado, pois sua vida profissional ainda é instável, ele trabalha como Supervisor em uma empresa de Telemarketing e está cursando Administração no penúltimo Semestre em uma faculdade comum.

Rafael e Natália (foto cedida pelo aluno, do início do relacionamento)

Ele nos contou que sua vida financeira, mesmo estudando e trabalhando bastante nunca foi alta, ganha na média de todos os brasileiros e na realidade além de um cara comum, ainda era tímido e sem nenhum atrativo.

Nunca foi também alguém que corria atrás de mulheres até conhecer a Natália que era sua companheira de turma desde o primeiro semestre.

Rafael, em seu depoimento, você disse que ficar com a Natália era algo improvável, porque isso era visto dessa forma?

R: Porque éramos amigos e fazíamos trabalhos em grupo, conversávamos no intervalo mas nunca houve abertura e aí pela proximidade do dia a dia acabei me apaixonando e gostava muito de estar com ela.

Só que ela era bem bonita e vários caras acabavam chamando ela pra sair todo final de semana e na segunda feira ela vinha me contar como tinha sido, eu era uma “amiga” pra quem ela contava os segredos e pedia dicas

Rafael e Natália (foto cedida pelo aluno do seu Stories do Instagram)

Como vocês se conheceram?

R: Estudávamos na mesma sala e em um sorteio acabamos caindo no mesmo grupo, ela era a mulher mais gata da sala e todos queriam ter essa sorte

Como era a relação de vocês? Ela te tratava como um cara que estava interessada?

R: Eu não sabia identificar isso não, ela falava direto que uns caras tinham chamado pra sair, reclamava que só queriam sexo ou que não estavam nem aí pra ela, a maioria já queria um cinema ou motel e aí eu aproveitava essas brechas pra mostrar que eu era melhor do que eles.

Ela dizia as vezes que uma mulher ia gostar de namorar comigo porque eu era um cara muito sério

Você chegou a mostrar interesse quando se conheceram? Como foi?

R: Demorou uns 2 anos, primeiro procurei ficar bem próximo e teve uma vez que acabamos indo pra um barzinho depois da aula e bebemos umas cervejas.

Aí ela perguntou se eu ficaria com alguém da sala e aí como tinha bebido e ganhado coragem, falei pra ela que ficaria com ela e na hora veio um corte onde ela disse que isso não aconteceria porque éramos amigos

O que houve depois?

R: Ela acabou se afastando e nossa relação nunca mais foi a mesma, ela ficava distante, me evitava, não respondia direito minhas mensagens e parecia que ela tinha vergonha de mim.

Meus amigos da facul acabavam até fazendo umas piadas porque eu sempre ficava falando dela e todos sabiam da situação, eu comecei a ficar bem sem graça e ir pra faculdade começou a ser um lugar onde muitas vezes passava vergonha quando a gente se olhava

Você disse que foi uma situação inesperada quando acabou ficando com sua amiga, porque isso não era esperado?

R: Porque nesse momento ela já nem falava mais comigo direito, ela saía com os caras que tinham carro ou mais grana.

Mesmo falando mal deles, sempre estava com um ou outro e acabava se decepcionando, só que não parava de fazer isso.

Então no dia que aparecemos como um casal na faculdade, todo mundo se espantou e até os caras que não falavam comigo começaram a me respeitar, outras mulheres começaram a puxar assunto, foi como aquelas cenas de filme mesmo rs.

Rafael e Natália na Faculdade (foto cedida pelo aluno, tirada pelos seus amigos)

O que você fez pra conquistar sua amiga, pode explicar e dar um passo a passo pros alunos do Santo Papo?

R: Acho que qualquer cara já pensou em ficar com uma amiga e aí a gente vai pra internet e procura umas coisas e testa, vê que nada funciona e desanima.

Eu acabei caindo num site todo escuro prometendo que ia me ensinar a medir o interesse de uma amiga e prometia uma forma infalível de despertar o interesse.

Eu duvidei porque meu caso era muito específico… E daí acabei vendo uma vídeo-aula explicando algumas coisas que fizeram muito sentido e resolvi testar com a Natália, mas já preparado pra perder porque eu já tinha ferrado tudo.

O que me ajudou foi medir o nível de interesse e usar uma das dicas pra causar ciúmes nela

Rafael e Natália no barzinho que frequentavam (foto cedida pelo aluno)

Quando você usou técnicas de persuasão com sua amiga, você achou que poderia dar errado?

R: Com certeza, porque eu já tinha gastado pra aprender as técnicas, então pensei que podia tomar um fora e ainda perder grana.

Mas graças a Deus funcionou e deu tudo certo, hoje em dia estamos namorando e ela nem desconfia que tive que usar umas técnicas ninjas pra fazer com que ela visse que eu era o cara certo e não os outros que ela acabava saindo.

Rafael e Natália uma das fotos do Instagram (foto cedida pelo aluno)

A história do Rafael, tem muito em comum com todos nossos alunos aqui do Santo Papo, a única diferença é que existem pessoas que ainda tentam por conta própria e por isso acabam perdendo a chance de conquistar alguém especial.

Se isso fez sentido pra você que leu até aqui, te convido a conhecer as mesmas técnicas que ele usou e que fizeram ele ter a mulher que ele sempre quis.

Assistir: Aula Online Gratuita – Como conquistar uma Amiga

Opa, perai...

Achou que era só isso né? Mas eu quero te dar um presente. Nos últimos dias eu passei um bom tempo testando tudo que você pode imaginar com mulheres pelo meu celular, até encontrar algo que funcionasse em quase 100% dos casos.
Imagine se você pudesse saber exatamente como os caras puxam assunto com uma mulher gata, todas as falhas e tudo que eles fazem de errado...

Você teria um mapa da mina de ouro nas mãos, certo?

Essa é a novidade...

Fiz um perfil feminino pra ver como os homens agiam na hora de dar aquele xaveco e com isso vimos os maiores erros.

Pra você ter noção quase 60 homens mandaram as MESMAS MENSAGENS furadas, tudo com papo sem graça e com isso eu fiz um OUTRO experimento ainda melhor...

Eu mesmo testei um leque de mensagens, vários tipos de sequências pra ver quais funcionavam mais.

Testei algumas desse tipo:
Pra marcar encontros;
Pra chamar pra sair no meio da noite;
Pra deixar o beijo garantido;
Pra saber se ela estava ou não afim de mim;
Pra saber o nível de interesse delas por mim;
Pra fazer ela me responder IMEDIATAMENTE (essa foi a melhor de todas);
Então meu amigo se você precisa melhor o papo com as mulheres do seu celular vem comigo.

Assiste esse vídeo que vou deixar aqui no botão abaixo e pode usar tudo que ensino lá sem medo de ser feliz, beleza? Vou te apresentar o que chamo de "Mensagens Infalíveis".

Continuar para o vídeo!