Por mais que muitos sites por aí afirmem que perder a virgindade é a coisa mais fácil do mundo, todo mundo sabe que não é tão simples assim.

Calma, também não precisa se assustar, pois a primeira transa não é nenhum bicho de sete cabeças. Se você está se perguntando como fazer sexo pela primeira vez, basta prestar atenção nas minhas dicas.

Tenho que confessar que a minha primeira vez não foi perfeita, assim como a primeira transa da maioria dos homens.

Porém, com as minhas novas experiências sexuais, eu aprendi o suficiente para identificar o que eu fiz de errado ao perder a virgindade.

Pensando nisso, as minhas dicas servem como um guia para você saber como agir quando estiver no tão esperado momento de deixar de ser virgem.

Veja como fazer sexo pela primeira vez

1. Comece sem pressa

Para evitar ejaculação precoce ou a possibilidade de ter prazer sem proporcionar prazer para sua gata, inicie a relação sexual com calma.

Eu sei que falar é fácil, mas não tem outro jeito de começar bem a não ser ficando o mais relaxado possível e não se afobar, como se precisasse tirar o pai da forca.

Como cada pessoa se acalma de um jeito diferente, aqui vão algumas sugestões que você pode tentar: beba chás e sucos com efeito calmante, tome algum remédio que te deixe tranquilo (preferencialmente com indicação médica) e faça uma atividade relaxante e que alivie aquela pressão para não errar, que é bastante comum nesse tipo de situação.

2. Capriche nas preliminares

Por mais que você esteja morrendo de vontade de começar a penetração, especialmente depois de tanto tempo só se masturbando, o melhor é só inserir o seu pênis na vagina da garota depois de caprichar nas preliminares.


Por quê? Simplesmente porque, dessa maneira, você prolongará a transa e aumentará as chances de fazer a mulher delirar contigo.

Além dos beijos na boca, beije outras partes do corpo da moça. Além disso, passe a língua pelo corpo dela e não se acanhe ao fazer sexo oral nela, o que ajudará no processo de lubrificação natural e, consequentemente, na facilidade com que o pênis deslizará dentro da gata.

Só tome cuidado para não ir com muita sede ao pote, pois uma língua descontrolada pode ser algo incômodo, de modo semelhante ao efeito desconfortável que a sensação dos dentes tocando o pênis quando é a vez da mulher fazer sexo oral em você.

3. Perceba as zonas erógenas da garota

Quando você estiver lambendo a orelha ou outra parte do corpo da gata, tente identificar se tal região realmente deixa a garota louca de tesão.

Em geral, gemidos e contorções no corpo indicam isso, mas se você não estiver com certeza, não custa nada perguntar se a moça quer que você continue.

Desse modo, você mostrará que não está só preocupado com o próprio prazer. Mas é claro que, enquanto você estimula, nada impede que você seja estimulado.

É possível se masturbar ou até fazer a gata usar as mãos ou a boca para te excitar ainda mais enquanto você explora as zonas erógenas da sua parceira.

4. Coloque camisinha antes de penetrar

Antes do aguardado momento da penetração, não se esqueça de colocar camisinha. Caso você ainda esteja nervoso, mesmo tendo treinado anteriormente, peça ajuda da sua gata.

Pronto, agora é só inserir delicadamente o seu pênis na vagina da garota, começando com movimentos mais lentos e aumentando a intensidade com o passar do tempo, sempre atento às reações da garota, que pode querer que você faça em uma velocidade diferente ou em uma posição distinta.

Por fim, ejacule só onde a moça deixar, pois forçar a barra vai causar uma péssima impressão. E caso você ejacule antes da gata alcançar o orgasmo, faça um esforço para continuar excitando a moça, o que nem sempre depende da penetração.